Guia do Freela

Como funcionam as taxas dos sites freelas?

Quer descobrir como ganhar dinheiro pela internet?
Baixe agora o E-book 100% Gratuito que revela 03 passos fáceis e comprovados para começar a vender como afiliado

Índice

Posts Populares
Quer começar sua carreira Freelance?

Clique no botão abaixo e receba um checklist com o passo a passo para iniciar!

A cobrança de taxas de sites freelas é algo que todas as plataformas do ramo têm em comum

Não importa se você escolheu o Upwork, o Freelancer ou o 99freelas: todas elas, mesmo aquelas que permitem usuários grátis, possuem taxas.

Mas como assim taxas de sites freelas?

Para entender como funcionam essas taxas, o que é opcional e o que é obrigatório pagar, preparei um vídeo completo. Aqui embaixo você confere! 👇

Ou, você pode continuar neste artigo, para conhecer em detalhes como funcionam as taxas de sites freelas. 🤗

As taxas e as plataformas freela

Se você está pensando em se cadastrar em um site freela, provavelmente percebeu que muitos deles permitem que você crie uma conta grátis.

Geralmente, esses sites também oferecem a opção de pagar por um plano de assinatura, que dá ao usuário algumas vantagens.

Porém, o que talvez você não saiba é que todo site cobra uma taxa, de todos os freelancers – mesmo que você opte ou não por assinar um plano específico. 💸

Nesse sentido, existem dois tipos principais de taxas: a taxa de operação e a assinatura.

Taxa de operação

Antes de mais nada, vamos falar sobre essa taxa que todo mundo paga, que podemos chamar de taxa de operação.

Esse é um valor que as plataformas freelas cobram de todos os seus usuários cadastrados, em todos os serviços realizados.

Small Business Artist GIF - Find & Share on GIPHY

Em geral, trata-se de uma porcentagem, que costuma variar de 5 a 20% (dependendo do site ou do projeto em si), que incide sobre quanto o cliente vai pagar para o freelancer.

Por exemplo, um projeto que paga R$500, sendo que o site aplica uma taxa de 20%.

Quando o projeto for concluído e o cliente liberar o pagamento, ao invés de receber os R$500, o freelancer vai receber R$400, que é o total menos a porcentagem estabelecida.

R$500 – 20% = R$400

Na prática, significa que antes mesmo de você receber, a plataforma vai reter o valor que corresponde à taxa de operação do site. 💸

Essa é uma das taxas de sites freelas que é cobrado porque, se não fosse por essa plataforma específica, o cliente não teria encontrado o freelancer.

Além disso, é também uma forma que os sites freelas encontraram para capitalizar e manter tudo em operação.

Com a taxa de operação, cada site freela apresenta uma porcentagem ou um meio de cobrança específico.

No 99Freelas, por exemplo, a taxa é de 5% a 20%, sendo que existe o valor mínimo de R$ 10,00.

No Upwork, a taxa também varia de 5 a 20%, dependendo do valor total do projeto. O Upwork também cobra menos dos freelancers que ganham “selos” especiais, como Top Rated ou Rising Talent.

Planos e assinaturas

Como você viu, existe uma taxa de operação que todos os sites cobram de todos os seus usuários. E onde entram os planos e as assinaturas?

Acontece que as plataformas freela costumam oferecer planos com vantagens especiais para os freelancers que podem pagar por isso.

Donald Duck Money GIF

Os planos costumam envolver vantagens do tipo:

  • seu perfil aparece mais em uma pesquisa;
  • o site te recomenda vagas dentro do que você quer ou costuma atuar;
  • você consegue alcançar mais potenciais clientes, enfim.

Geralmente, os planos são cobrados no formato de mensalidades.

E é bem comum que, uma vez que você assine um plano, o site faça a cobrança do valor no seu saldo.

Ninguém é obrigado a assinar um plano. Diferente da taxa de operação, essa é uma das taxas de sites freelas que é totalmente opcional. Você assina se quiser ou se puder.

Já comentei em alguns artigos aqui no Guia do Freela que eu pago um plano do Upwork e para mim é bem interessante.

Mas, mesmo pagando o plano, sempre que eu fecho um novo projeto o site recolhe a taxa de operação – que, como dito antes, é comum para todos os usuários.

Ou seja, mesmo que você pague uma mensalidade, as taxas de sites freelas pela operação vão continuar sendo cobradas.

Cada site freela vai apresentar os detalhes de suas mensalidades na própria plataforma.

Assim, esse é o tipo de pagamento que só vale a pena se você entender quais são as vantagens e ver que realmente faz a diferença para você.

Uma taxa que é golpe

Mas você sabe que existem taxas de sites freelas que são golpes?

Um ótimo exemplo é o depósito de segurança.

No vídeo abaixo, que eu falo sobre Golpes que aplicam em freelancers, apresentei o golpe do depósito de segurança. Clica para conferir! 👇

Mas como o tema deste artigo são as taxas de sites freelas, vale a pena deixar aqui o lembrete: nenhum freela deve pagar para começar a trabalhar.

Veja que todos os sites grandes, como Upwork, 99Freelas, Workana, não pedem que o freelancer faça um depósito para confirmar seu interesse em uma vaga.

Porém, existem golpistas que mentem sobre esse depósito e fazem o pedido, fora do sites freela, para que você não tenha nenhum tipo de proteção.

Depósito de segurança não existe e, se algum “cliente” chegar com esse papo, não acredite!

Ao contrário, peça para ele fazer um depósito de segurança, uma vez que você também deveria ter uma garantia para começar a atuar.

Free Money Cartoon GIF by SpongeBob SquarePants - Find & Share on GIPHY
Atenção aos golpes!!!

Conclusão sobre as taxas de sites freelas

Quando falamos em taxas de sites freelas, não há nada muito complexo envolvido.

Entretanto, quem está começando a trabalhar como freela pode ter dúvidas sobre como essas taxas funcionam – e é por isso que fiz este artigo! 🧡

Se tiver outras dúvidas é só deixar nos comentários, que eu farei o possível para ajudar 😊

Vem me acompanhar nas redes sociais:

Canal no YouTube: /BrunaMarzarotto

Instagram: /bmarzarotto

Linkedin: /brunamarzarotto

Obrigada e até a próxima!

Leia também: Ideias de trabalhos freela

Quer descobrir como ganhar dinheiro pela internet?
Baixe agora o E-book 100% Gratuito que revela 03 passos fáceis e comprovados para começar a vender como afiliado
Bruna Marzarotto
Bruna Marzarotto
Designer e redatora freelancer, apaixonada por viajar. Compartilho as delícias (e umas poucas dores) de trabalhar como freelancer e o que você pode fazer para ter esse estilo de vida.
Posts Relacionados

5 respostas

  1. Olá, Bruna!

    Quase cai nesse golpe agora! 🙁
    Estou entrando nesse “mundo” do Freelancer agora e não tinha conhecimento dessa informação. Fui selecionada agora para um serviço e o contratante estava me exigindo uma taxa de interesse na vaga. Então, fui pesquisar se isso era realmente necessário e cai aqui no seu artigo. Estou extremamente grata pela sua orientação e estou aliviada por não cair no golpe!
    Se tiver mais dicas para nós iniciantes, ficarei feliz em saber… rsrs

    MUITO OBRIGADA! Abraços.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *