Guia do Freela

Como conseguir seu primeiro trabalho freela

Quer descobrir como ganhar dinheiro pela internet?
Baixe agora o E-book 100% Gratuito que revela 03 passos fáceis e comprovados para começar a vender como afiliado

Índice

Posts Populares
Quer começar sua carreira Freelance?

Clique no botão abaixo e receba um checklist com o passo a passo para iniciar!

As pessoas que querem começar a trabalhar como freelancer costumam ter uma dúvida em comum “como conseguir o primeiro trabalho freela?” Se você também está em busca da resposta, fica nesse post que vou te contar!

Esse tema apareceu primeiro no meu canal no YouTube. Por isso, se você preferir assistir o conteúdo, é só dar o play abaixo:

No post sobre Expectativa x Realidade de ser freelancer eu compartilhei um pouco da minha trajetória e contei que o trabalho freela, começou para mim, como uma forma de renda extra.

Acontece que, conforme eu aprendia sobre o modelo de trabalho freelancer, eu comecei a gostar ainda mais e consegui transformar uma renda extra no meu trabalho oficial 🤗.

E nessa minha jornada de freelas, eu tive a oportunidade de testar diferentes formas de conquistar clientes.

Por isso, neste post eu separei três formas de conseguir o primeiro trabalho freela (testadas e aprovadas!) para você também colocar em prática! Vamos lá?

1. Plataformas freelancer

A primeira possibilidade que você tem para garantir um contrato freela é por meio das plataformas freelancer, que são sites onde é possível encontrar pessoas que procuram diferentes tipos de serviço.

Aqui no Guia do Freela já tem um post (e um vídeo no canal) onde apresento três plataformas freela que você pode se cadastrar e começar a pesquisar vagas.

No vídeo sobre as plataformas, recebi a dica de um inscrito, chamado Pedro Motta, que sugeriu o site melhorfreela.com. A proposta dessa plataforma é ser um “Trivago” dos freelas, em que com uma busca, você consegue resultados de diferentes páginas.

Tela inicial do site melhorfreela. Uma das formas de conseguir trabalho freela.

As plataformas freela, independentemente do site que você escolher, tem como ponto positivo oportunizar que um profissional conheça clientes que nem sempre encontraria com facilidade, de lugares do Brasil e do mundo 🌍.

Nesse tipo de plataforma, é comum que você envie uma carta de apresentação, que é a forma como o cliente vai ter um primeiro contato com você.

A maioria dos sites dão orientações para os cadastrados de como fazer uma boa carta de apresentação. Mas, se você quiser algumas dicas pra já, tem esse vídeo para você assistir 😉.

Outra vantagem desse tipo de plataforma é que você pode se oferecer para fazer trabalhos que, não necessariamente, são da sua área de formação.

Um exemplo que aconteceu comigo foi meu primeiro projeto de redação, que consegui no Upwork, e na época eu não sabia nada sobre o tema, só gostava de escrever.

O cliente me deu uma oportunidade, consegui desenvolver as habilidades e faço projetos para esse cliente até hoje!

2. Grupos do Facebook

A segunda forma de conseguir o seu primeiro contrato freela, que talvez você nem tenha se dado conta ainda, é por meio dos grupos do Facebook.

Geralmente, existem grupos do Facebook que anunciam oportunidades para uma área de trabalho, em uma região. Por exemplo, no meu estado tem o grupo “Vagas de comunicação em Santa Catarina”.

Print de grupos de comunicação no Facebook. Uma forma de conseguir trabalho freela.

Nesses grupos as pessoas costumam divulgar tanto vagas presenciais quanto vagas remotas – as nossas amadas vagas freela!

Eu consegui dois clientes, um de redação e outro de design para redes sociais, nesse tipo de grupo. E uma das maiores vantagens dos grupos é a facilidade de comunicação.

Além da possibilidade de conversar com o cliente pelo chat, esses projetos não costumam exigir a carta de apresentação. Por outro lado, é bem comum que os clientes solicitem o envio de um portfólio.

Por isso, é legal já ter um portfólio organizado, para conseguir ter mais agilidade na hora de compartilhar com o cliente.

E se você não tem experiência nenhuma no projeto que gostaria de trabalhar, você pode pensar em fazer projetos “para cliente nenhum”. Como trabalhos de faculdade, cursinho ou para aprender uma técnica específica.

Quer um exemplo? Se você está pensando em ir para a área de redação, mas não tem experiência, pode desenvolver 3 modelos de artigos e, quando precisar, terá material pronto para enviar! 😊

3. Falando do seu trabalho para as pessoas

Pode parecer bastante óbvio, mas você já comentou do seu trabalho para as pessoas que estão ao seu redor?

Muita gente tem vergonha de falar para os outros que presta algum tipo de serviço e, se esse for seu caso, saiba que você está perdendo oportunidades.

Afinal, se as pessoas não sabem o que você faz, como é que elas vão chegar até você? 🤔

Eu mesma já tive vergonha de divulgar meu próprio trabalho e eu sei que, às vezes, a gente se sente meio desconfortável, com a sensação de que está fazendo propaganda de si mesmo, etc.

Porém, estar aberto sobre o seu trabalho é importante para que um potencial cliente surja. E mesmo se a pessoa em questão não precisar dos seus serviços, ela pode te indicar para alguém que precise.

E claro, esteja sempre atento para as oportunidades que possam surgir entre seus amigos. Por exemplo, se você é designer e ouve um conhecido comentar que tem alguém precisando de uma logo, você DEVE oferecer seu contato.

Para você ter uma ideia de como falar com os seus amigos é importante, um dos meus primeiros clientes como freela foi meu professor de inglês, da I AM in Canada (sigam eles no Instagram, tem muita dica boa), que lembrou de mim quando precisou de uma designer para fazer ebooks.

E isso só aconteceu porque eu falei do meu trabalho para uma pessoa conhecida.😊

Hora de conseguir trabalho freela!

Agora que você já conhece três formas de conseguir o seu primeiro trabalho freela, é hora de colocar as dicas em prática!

Algo que é importante que você saiba é que, geralmente, os primeiros clientes são os mais difíceis de conseguir, mas com o tempo as coisas tendem a ser melhores.

No caso das plataformas freelancer, a medida que você constrói um histórico e uma reputação, os clientes se sentem mais confortáveis para fechar negócio.

Já nos grupos ou entre seus conhecidos, se o cliente ficar satisfeito com o projeto, existem grandes chances de que ele te indique para outras pessoas.

E é isso! Se você tiver alguma dúvida ou quiser me contar sua opinião, é só deixar um comentário!

Aproveita para me acompanhar nas redes sociais:

Canal no YouTube: /BrunaMarzarotto

Instagram: /bmarzarotto

Linkedin: /brunamarzarotto

Obrigada e até a próxima!

Leia também: 3 dicas para ser um freelancer mais produtivo

Quer descobrir como ganhar dinheiro pela internet?
Baixe agora o E-book 100% Gratuito que revela 03 passos fáceis e comprovados para começar a vender como afiliado
Bruna Marzarotto
Bruna Marzarotto
Designer e redatora freelancer, apaixonada por viajar. Compartilho as delícias (e umas poucas dores) de trabalhar como freelancer e o que você pode fazer para ter esse estilo de vida.
Posts Relacionados
Homem com semblante preocupado enquanto olha para a tela do notebook. Com uma mão ele segura o mouse, e com a outra apoia a cabeça. Ele está sentado em uma cadeira, em frente a uma mesa. Ao fundo, uma sala de estar.
Carreira freela
Não consigo freelas, e agora?

Você preparou seu portfólio, se cadastrou em sites freelancers e, ainda assim, está dizendo “não consigo freelas”? Calma, tem solução!

3 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *