Guia do Freela

Como começar a trabalhar como redator freelancer?

Quer descobrir como ganhar dinheiro pela internet?
Baixe agora o E-book 100% Gratuito que revela 03 passos fáceis e comprovados para começar a vender como afiliado

Índice

Posts Populares
Quer começar sua carreira Freelance?

Clique no botão abaixo e receba um checklist com o passo a passo para iniciar!

O mercado de trabalho freela é feito de várias profissões. Uma delas, tem a ver com a criação de redações. E, além de não exigir uma formação específica, começar a trabalhar como redator freelancer tem como vantagem as boas oportunidades e a chance de crescer na carreira.

Mas como assim não precisa de formação na área? Quer dizer que todo mundo que tem facilidade em escrever consegue se dar bem como redator freelancer? 🤔

Para responder essas perguntas, preparei o vídeo abaixo 👇 falando sobre trabalhar como redator freelancer. E claro, todo esse conteúdo, além de dicas prática para quem quer começar sua carreira na redação também estão presentes neste artigo!

O que faz um redator?

Antes de mais nada, é interessante estabelecer o que um redator freelancer costuma fazer em seu dia a dia profissional 📝.

Aqui, estamos falando de redação para web, conteúdo de internet. Existem redatores focados em trabalhos acadêmicos ou temas técnicos, que não são o foco deste artigo, ok?

Bom, um redator freelancer é responsável por desenvolver artigos com base em orientações passadas pelo cliente. Essas orientações incluem número de palavras, tema principal da redação, se existem links que devem ser inseridos no conteúdo, entre outros requisitos.

Redatores freelancers costumam ter seus artigos publicados em blogs, portais de notícias, páginas de empresas, redes sociais, enfim.

Assim, um redator normalmente recebe um tema e orientações, desenvolve um artigo, e quando aprovado, é publicado em portais variados.

Qualquer pessoa pode trabalhar como redator freelancer?

A resposta é sim. Mesmo se você não tiver formação em jornalismo ou letras.

Eu mesma, logo que comecei a trabalhar como freelancer, peguei um projeto de redação apenas como renda extra 💸. Na época, eu não imaginava que eu iria evoluir tanto como redatora, área que hoje representa boa parte do meu rendimento mensal.

Ou seja, mesmo sendo formada em design, sem um curso superior em áreas bem próximas da redação, eu consegui crescer nessa carreira.

Apesar de ser uma opção válida para todas as pessoas, é fundamental que o freelancer goste de ler e escrever. Isso porque, ao gostar da atividade, desenvolver os projetos será muito mais simples e prazeroso.

Imagine uma pessoa que não gosta de escrever, mas tem que criar redações de mais de 700 palavras todos os dias. Certamente, será um desafio muito difícil de superar.

Então, gostar da atividade é meio caminho andado 😉.

Por onde começar

Se você já definiu que gosta de escrever e quer ganhar dinheiro com isso, pode estar se perguntando: por onde começar?

O melhor caminho é buscar preparação, principalmente aquela focada em conteúdo para web 💻.

Normalmente, um redator desenvolve textos para a web, para portais de notícias ou blogs. E essas são plataformas bem específicas. Um texto que a gente faz para uma prova da escola ou da faculdade, por exemplo, não tem nada a ver com uma redação boa para o universo online.

Por isso, o primeiro passo é entender como o conteúdo web funciona.

Além de pesquisar bastante pela internet, uma dica é fazer os cursos gratuitos da Rock Content. Isso não é uma publicidade, mas uma indicação de um material bom, que merece ser compartilhado.

Na área University da Rock Content, existem pelo menos três bons cursos gratuitos para redatores. Você pode começar pelo curso de Produção de Conteúdo para Web e seguir para os outros posteriormente.

Então, depois de estudar bastante sobre conteúdo web, como os artigos funcionam e quais as melhores práticas, você pode começar a buscar trabalho.

Mas espera, buscar trabalho sem ter um portfólio? 🤔

Construindo um portfólio

Assim como no design ou na programação, a melhor forma de mostrar o seu talento na redação é construindo um portfólio.

E é aí que muitos aspirantes a freelancer travam. Afinal, se nenhum cliente te contratou ainda, o que você pode colocar no seu portfólio?

💡 A dica é fazer redações focadas na demonstração do seu trabalho, para criar material.

Nesse caso, escolha cinco temas distintos para desenvolver textos de 500 a 700 apalavras. Esse número de palavras é importante porque, a maioria dos artigos para web, tem essa quantidade mínima de palavras, algo que colabora com os mecanismos de buscas como o Google.

Algumas sugestões de tema são beleza, decoração, finanças, automóveis. Você pode acessar um portal de notícias como o G1 e analisar as categorias que eles separam os conteúdos para ter mais ideias.

Além disso, tente fazer cada artigo com um estilo diferente. Ou seja, se você fizer um de beleza, pode ser no “estilo” de dicas. Uma outra redação pode ser no formato de ranking. Um terceiro, bem explicativo.

Esse treino, além de demonstrar versatilidade no seu portfólio, vai te ajudar a entender sobre o que exatamente você gosta de escrever.

Vale também conferir essas dicas de portfólio para entender mais sobre como montar o seu! 😊

fazer um portfólio redator freelancer

Trabalho de redator freelancer

Depois de criar o seu portfólio, com uma boa amostra de material para enviar para seus clientes, está na hora de achar trabalho!

E nesse caso, valem as dicas clássicas do Guia do Freela: plataformas de trabalho freela, redes sociais como Facebook e LinkedIn, oferecendo seus serviços para empresas locais, enfim.

Você pode criar uma pastinha no seu Drive para colocar os artigos de portfólio, para enviar um link para seu potencial cliente acessar, ou enviar os artigos como um anexo mesmo. Há também a possibilidade de desenvolver um blog ou um site para expor esses trabalhos.

Lembre-se que é fundamental que sua apresentação via e-mail ou mensagem seja bem clara e correta. Não tem nada pior para um redator do que cometer erros de gramática e isso inclui a carta de apresentação. Então, todo cuidado nesse ponto da revisão é pouco! 🧐

🚨 Por falar em revisão, em breve vou trazer uma novidade para vocês, que é um material que vai ajudar a deixar um artigo qualificado para conteúdo web. Já se prepara aí, que tem coisa boa chegando! 🚨

Quanto cobrar?

Na hora de se candidatar para vagas, muitas vezes, os clientes pedem que o redator freelancer informe o quanto gostaria de ganhar 💸.

E neste ponto, o valor do orçamento é algo muito particular, que cada profissional faz do seu jeito.

Em geral, os redatores cobram por palavra. O valor pode partir dos R$0,03 e chegar até os R$0,20, dependendo do quanto você tem de experiência ou do valor agregado para seu cliente.

Se você está começando, muitas vezes é ok cobrar um pouco menos.

Mas à medida que você evolui e constrói seu portfólio, aumente o valor para que você também consiga ganhar mais. E se o cliente não quiser te pagar mais, tenha em mente que sempre existem outros clientes por aí para você buscar.

Uma dica extra

Para fechar este artigo, algo fundamental para você que quer trabalhar como redator freelancer é: LEIA E ESTUDE MUITO 👈.

Nossa língua portuguesa é riquíssima e, por mais que você não precise saber todos os detalhes que um acadêmico de letras conhece, você precisa dominar o básico da gramática. O uso dos porquês, uso da crase, tempo verbal, concordância, mas e mais, enfim.

A matéria prima de um redator é a língua portuguesa. E não é porque o conteúdo vai para a web que ele pode ser desleixado.

Quanto mais você estudar, praticar a leitura e estiver disposto a aprender, mais chances de sucesso você terá nessa profissão.

E então, você que gosta de escrever, se sentiu um pouco motivado a tentar essa área? Espero que o artigo tenha ajudado você que está começando!

Se você tem outras dicas sobre ser redator freelancer, não deixe de comentar nessa publicação. Assim, você também pode ajudar quem está começando!

No mais, continuamos na leitura e no aperfeiçoamento dessa habilidade para crescer mais e mais na carreira!

Vem me acompanhar nas redes sociais:

Canal no YouTube: /BrunaMarzarotto

Instagram: /bmarzarotto

Linkedin: /brunamarzarotto

Obrigada e até a próxima!

Leia também: 3 sites freelas brasileiros

Quer descobrir como ganhar dinheiro pela internet?
Baixe agora o E-book 100% Gratuito que revela 03 passos fáceis e comprovados para começar a vender como afiliado
Bruna Marzarotto
Bruna Marzarotto
Designer e redatora freelancer, apaixonada por viajar. Compartilho as delícias (e umas poucas dores) de trabalhar como freelancer e o que você pode fazer para ter esse estilo de vida.
Posts Relacionados

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *