Guia do Freela

Como fazer tarefas e ganhar dinheiro sem cair em golpes

Quer descobrir como ganhar dinheiro pela internet?
Baixe agora o E-book 100% Gratuito que revela 03 passos fáceis e comprovados para começar a vender como afiliado

Índice

Posts Populares
Quer começar sua carreira Freelance?

Clique no botão abaixo e receba um checklist com o passo a passo para iniciar!

Sempre que uma atividade freelancer surge, é preciso ficar atento: golpistas podem criar maneiras de ludibriar as pessoas. Infelizmente, isso já está acontecendo com as chamadas micro tarefas. Mas saiba que tem como fazer tarefas e ganhar dinheiro sem cair em golpes.

Para isso, é fundamental que o freelancer busque informações e esteja sempre de olho em comportamentos suspeitos. Muitas vezes, o golpista se aproveita da ingenuidade ou inexperiência de uma pessoa para ter benefícios.

Aqui no Guia do Freela, já explicamos passo a passo de um dos golpes mais famosos: o golpe do depósito de segurança. Mas quando falamos de micro tarefas, os golpistas são mais sutis.

Quer entender e se prevenir de ser enganado? Então, confira o artigo completo, a seguir!

O que são tarefas ou micro tarefas?

Para começar, vamos estabelecer o que são as micro tarefas.

Basicamente, esse é o nome dado para funções de pequeno porte que empresas pagam para que pessoas realizem.

Essas funções podem ser: curtir uma foto no Instagram, baixar um aplicativo, fazer um vídeo depoimento, tirar fotos usando um produto, deixar um comentário em uma publicação, enfim. Sempre algo muito simples de ser feito.

Em troca dessa atividade, as empresas pagam centavos de Dólar para um freelancer. Isso porque, a tarefa é tão simples que não é vista como algo que “merece” um pagamento impactante.

Para quem contrata, as micro tarefas são interessantes pois permitem terceirizar atividades que tomam tempo de funcionários fixos, sem ter nenhum tipo de vínculo contratual com quem está realizando. Além, é claro, de ter um custo baixíssimo para adquirir essa mão de obra.

Já para o freelancer, as micro tarefas são especialmente úteis para quem tem pouco tempo disponível ou não tem um conhecimento e experiência em uma área que permita ganhar mais.

E onde o freelancer e o cliente se encontram? Em sites especializados em micro tarefas! Nessas plataformas, empresas de todo o mundo disponibilizam tarefas, cabendo ao freela se candidatar em um anúncio e torcer para ser escolhido.

Uma vez selecionado, você precisará cumprir com a tarefa determinada. O cliente vai revisar o resultado e, se aprovar, depositar o seu dinheiro.

Alguns dos principais sites de micro tarefas aparecem no vídeo abaixo:

É possível fazer tarefas e ganhar dinheiro?

Sim, é possível fazer tarefas e ganhar dinheiro – mas atenção! Você não vai ficar rico fazendo micro tarefas!

De fato, essas atividades são remuneradas com centavos de Dólar. Por mais que o Dólar seja superior ao Real, o montante que você ganhar, provavelmente, não será o suficiente para bancar todas as suas contas, por exemplo.

É por isso que as micro tarefas devem ser vistas como uma fonte de renda extra. Afinal, mesmo que você trabalhe por horas do seu dia com elas, o pagamento é pequeno e a quantidade nem sempre gera grandes lucros.

Assim, tenha sempre em mente que você pode fazer tarefas e ganhar dinheiro. Mas é bem provável que os valores ganhos não sejam tão impactantes para o seu orçamento.

Existem outras funções que poderiam ser bem mais rentáveis. Principalmente se você se especializar em uma área.

E existem riscos?

Certo, e onde entram os riscos de fazer tarefas e ganhar dinheiro? Eles existem?

Para começar, temos um risco clássico que um freelancer está sempre exposto: o cliente não pagar!

Em um site de micro tarefa, após você enviar o que foi combinado, o cliente pode recusar a entrega – seja porque a mesma estava ruim ou por “pura sacanagem”. Nesses casos, o contratante não fecha a tarefa e não realiza o pagamento.

Mulher jovem sentada em uma cadeira, em sua mesa de escritório. Em frente a ela, há um notebook aberto. A mulher olha para a tela com semblante aborrecido. Ela está curvada sobre a mesa, apoiando um braço na mesa e o outro na cabeça.

Muitos sites de micro tarefas contam com equipes de suporte para que o freelancer peça uma revisão.

Mas lembre-se que estamos falando de centavos de Dólar de pagamento: o mais provável é que você não receba o pagamento, se o cliente se recusar.

Além disso, existem alguns golpes que envolvem as micro tarefas e que um freelancer novato pode cair. Vamos falar deles?

Golpes para você conhecer e evitar

Não tem jeito: onde duas pessoas negociam por qualquer coisa há sempre espaço para golpes. Infelizmente.

Como você viu, mesmo em sites de micro tarefas existe o risco de não ser pago pela sua entrega. Entretanto, existem golpes que acontecem antes mesmo de você realizar qualquer trabalho!

E são eles que você vai conhecer na sequência:

Pagar acesso de site de micro tarefas

Recentemente, um golpe que envolve a ideia de fazer tarefas e ganhar dinheiro é o pagamento para acessar sites do ramo.

Basicamente, o que acontece é que o freelancer é levado a acreditar que alguns sites de micro tarefas exigem algum tipo de pagamento para que você possa realizar o seu cadastro. Sites na internet ou mesmo contas em redes sociais podem passar essa falsa impressão.

O freelancer acaba pagando pelo acesso e, o que ele recebe, na verdade, é uma série de conteúdos (como um curso) ensinando como usar sites de micro tarefas.

Se você encontrar essa promessa, atenção! Sites freelas em geral não cobram nenhum tipo de acesso! O mais provável é que você receba conteúdo em vídeo que te mostra como se cadastrar nessas plataformas – algo que, eu te garanto, não é nada difícil de fazer por conta própria.

E uma dica extra: na dúvida sobre quais pagamentos você deve fazer para um site freela, leia esse conteúdo sobre taxas de plataformas freelancer.

Depósito de segurança

O golpe do depósito de segurança é um “truque” antigo, que começou a ser aplicado em sites de micro tarefas.

Funciona assim: um falso cliente faz um anúncio de uma tarefa, mas pede para o freelancer negociar fora do site em que a vaga estava cadastrada.

Fora do site (normalmente via WhatsApp ou Telegram), o golpista pede que o freelancer realize uma tarefa simples em troca de um pagamento expressivo. Por exemplo, o trabalho pode ser traduzir um texto por mais de mil dólares!

Pensando em fazer tarefas e ganhar dinheiro, o freelancer concluí o projeto em questão. Ao solicitar seu pagamento, o falso cliente explica que só poderá liberar o valor se o freela fizer um depósito de segurança, que será devolvido posteriormente (tudo mentira).

Esse depósito de segurança pode ser apresentado como uma taxa bancária, um imposto pela conversão do Dólar, um cartão de identificação, ou qualquer outro recurso inventado.

Mulher jovem em pé, em frente a sua mesa de escritório. O notebook está aberto e ela olha para a tela com semblante preocupado. As duas mãos da mulher estão em sua cabeça, em sinal de susto.

Se você pagar esse valor, então caiu no golpe! Você não terá seu pagamento pela tarefa feita e ainda terá um prejuízo.

Lembre-se sempre: não faz sentido pagar para receber por um trabalho que você fez!

Fazer uma curso para ter sucesso

Outro golpe comum que encontramos ao falar de fazer tarefas e ganhar dinheiro é a obrigatoriedade de fazer cursos.

Nesse caso, a promessa costuma ser que o freelancer SÓ vai ter sucesso SE fizer o curso que a pessoa está vendendo.

Isso não é verdade. Até porque, esses cursos normalmente “ensinam” coisas que você encontraria por conta própria e gratuitamente na internet.

Os conteúdos, em geral, são gravações da tela de computador, com a narração de um locutor, que vai te ensinar como se cadastrar nos sites de micro tarefas. Percebe que isso não exige um curso?

É claro que você é livre para pagar e estudar o conteúdo que alguém está vendendo. Mas o que você precisa ter em mente é que fazer esses cursos NÃO GARANTE o seu sucesso como freela de micro tarefas.

Google ou LinkedIn contratando

Por fim, um último golpe (que, na verdade, é mais uma falsa propaganda), é a promessa de que por traz dessas micro tarefas estão gigantes da tecnologia, como Google ou LinkedIn.

Na verdade, os nomes dessas companhias é que estão sendo usados. Não há nenhuma comprovação de que algum funcionário das empresas contratam freelas em sites de micro tarefas.

Mais uma vez, aqui temos o caso de uma falsa propaganda que te leva a comprar cursos de como se cadastrar em sites de micro tarefas.

Muitos desses sites usam termos como “seja um avaliador de mídia social do Google”, que até é uma função que existe, mas que é focada para profissionais com MUITA experiência.

Empresas como Google e LinkedIn recebem centenas de currículos diariamente, de pessoas com alto grau de conhecimento e uma carreira em evolução. Essas companhias não teriam motivos para contratar freelas principiantes. Não caia nessas promessas falsas!

Tudo se resume a vender cursos

Então, quando falamos de golpes de micro tarefas, tudo se resume a vender cursos?

De fato, tirando o golpe do depósito de segurança, o que parece movimentar mesmo o mercado das micro tarefas são os “cursos”.

Pessoalmente, como criadora de conteúdo (que vende curso e e-books), não vejo problemas em comercializar seu conhecimento. A questão está no conteúdo em si, que não é de qualidade e não faz diferença na vida do freelancer.

Afinal, como falamos anteriormente, tem como fazer tarefas e ganhar dinheiro sem fazer nenhum tipo de curso.

E que tal esclarecer mais um ponto importante?

Existe tanta gente vendendo curso de micro tarefas porque, só com as micro tarefas, não há lucro! Na maioria dos casos, quem hoje vende um curso sobre o tema é alguém que também quis aprender e acabou percebendo que teria mais lucro como afiliado digital.

Então, apenas para resumir os pontos principais desse artigo:

  • Você não precisa pagar para acessar um site de micro tarefas;
  • Você não precisa fazer nenhum tipo de curso para ter mais chances de sucesso;
  • Google e LinkedIn não têm nada a ver com micro tarefas;
  • Existe muita informação gratuita em sites como YouTube e no Google;
  • Nunca negocie fora dos sites freelancer.

Assim, com alguns cuidados básicos, é possível fazer tarefas e ganhar dinheiro sem se expor a golpes!

Vem me acompanhar nas redes sociais:

Canal no YouTube: /BrunaMarzarotto

Instagram: /guiadofreela_

Obrigada e até a próxima!

Leia também: Freela Brasil é confiável? Tudo sobre o site!

Quer descobrir como ganhar dinheiro pela internet?
Baixe agora o E-book 100% Gratuito que revela 03 passos fáceis e comprovados para começar a vender como afiliado
Bruna Marzarotto
Bruna Marzarotto
Designer e redatora freelancer, apaixonada por viajar. Compartilho as delícias (e umas poucas dores) de trabalhar como freelancer e o que você pode fazer para ter esse estilo de vida.
Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *