Guia do Freela

ChatGPT e sites freelas: como aproveitar ambos?

Quer descobrir como ganhar dinheiro pela internet?
Baixe agora o E-book 100% Gratuito que revela 03 passos fáceis e comprovados para começar a vender como afiliado

Índice

Posts Populares
Quer começar sua carreira Freelance?

Clique no botão abaixo e receba um checklist com o passo a passo para iniciar!

Já faz algum tempo que as ferramentas de inteligência artificial se tornaram populares no nosso dia a dia. Apesar disso, muitos freelancers ainda não aproveitam uma combinação que tem tudo para facilitar os negócios: ChatGPT e sites freelas!

Na prática, a ideia é simples: automatizar algumas das tarefas que o freelancer precisa fazer para ter mais chances de sucesso dentro de um site freela.

Mas como isso é possível?

Para explicar tudo, preparamos um guia especial de ChatGPT e sites freelas! Depois dele, você poderá testar algumas ideias e entender o que funciona para você!

ChatGPT e sites freelas

Primeiramente, vamos falar de ChatGPT e sites freelas separadamente. Se você já conhece ambos, você pode seguir para o próximo tópico!

Homem de costas usando um notebook. Na tela do notebook, está aberto o ChatGPT.

Vamos começar pelo ChatGPT! Ele é um modelo de linguagem de inteligência artificial desenvolvido pela OpenAI chamado GPT (Generative Pre-trained Transformer).

Sua função é gerar texto em resposta a entradas que recebe, com base no vasto conjunto de dados com os quais foi treinado. Ou seja, ele entende as perguntas e ordens dos usuários, para gerar textos de resposta em linguagem natural.

Quando surgiu no mercado, muita gente ficou com medo de ser substituído pelo chat. Um bom exemplo está na área de redação, onde centenas de redatores pensaram que seriam trocados pelo ChatGPT.

Agora, falando sobre os sites freelas. Essas são plataformas online onde freelancers (profissionais autônomos) podem oferecer seus serviços e os clientes podem procurar por esses serviços.

Esses sites funcionam como intermediários entre os clientes e os freelancers, fornecendo um ambiente onde projetos são publicados, propostas feitas, contratos negociados e pagamentos processados.

Os tipos de serviços oferecidos em sites freela podem variar amplamente, desde design gráfico e redação até desenvolvimento de software e consultoria empresarial.

E onde, exatamente, conseguimos unir o ChatGPT e sites freelas?

Como usar o ChatGPT nos sites freelas?

A verdade é que o ChatGPT pode ser usado em diferentes atividades dentro de um site freela.

Entretanto, é importante ter em mente que o seu trabalho não será feito por ele! Quando um cliente contrata um freelancer, ele espera o conhecimento e a mão de obra.

A melhor forma de usar o ChatGPT nos sites freelas é antes da contratação, em tarefas que tomam tempo e que podem ser otimizadas por meio de inteligência artificial.

Nesse sentido, temos três pontos específicos que você pode começar a utilizar o Chat agora mesmo!

1. Traduzir anúncios

No mercado freela, existem poucos sites que são projetados ou adaptados para os brasileiros. Na verdade, boa parte das plataformas são internacionais. Ou seja, a língua predominante é o inglês.

Assim, uma primeira maneira de aproveitar o ChatGPT e sites freelas é usar a inteligência artificial para traduzir anúncios publicados por clientes.

É claro que o ideal é ter conhecimento do idioma estrangeiro, porém, você pode otimizar seu tempo ao pedir para o ChatGPT traduzir um conteúdo do inglês para o português.

Mas porque usar o chat e não o Google Tradutor, por exemplo?

Basicamente, o ChatGPT é melhor em compreender o contexto de uma mensagem. Enquanto o Google Tradutor foca em “palavra por palavra”, o chat analisa o que foi escrito e traz uma tradução mais próxima do português que nós utilizamos.

Assim, você já tem uma forma de usar ChatGPT e sites freelas em conjunto!

2. Fazer uma carta de apresentação

A carta de apresentação é o primeiro contato que um cliente tem com um freelancer. Afinal, é por meio dessa mensagem que você mostrará ao potencial contratante como pretende ajudá-lo.

Entretanto, fazer uma boa carta de apresentação pode ser desafiador. Por isso, você pode usar o ChatGPT para criar sua carta ou mesmo refinar um modelo que você já possui.

Na internet, existem muitas dicas de como fazer uma carta de apresentação. Assim, uma boa ideia é passar um “briefing” para o chat, com algumas orientações básicas do que você espera dessa mensagem.

Além disso, coloque as informações pessoais que você quer que apareçam na sua carta, como seus conhecimentos técnicos, habilidades e afins.

Mas tenha em mente que, em uma primeira tentativa, o chat pode não ser tão bom. Mas aí que está o segredo: você precisa solicitar novas versões, até entender que tem um modelo atrativo em mãos.

Vale até pegar artigos dos FAQs dos sites freelas, onde eles compartilham dicas sobre carta de apresentação, para repassar para o Chat.

Homem observando o monitor de um computador. Ele está com uma mão no queixo, demonstrando pensar em algo. Ele usa óculos e camisa social.

3. Personalizar candidaturas

Finalmente, você também pode usar ChatGPT e sites freelas para enviar uma candidatura em uma vaga.

Na prática, funciona assim: você pode copiar o anúncio do cliente e pedir para o ChatGPT personalizar a sua carta de apresentação, levando em consideração o briefing do projeto.

Além disso, você também pode pedir para o Chat traduzir a mensagem para o idioma do anúncio, o que faz com que você tenha mais chances de atrair clientes que não falam a sua língua.

Mas atenção! Antes de enviar a mensagem gerada pelo Chat, leia atentamente. Afinal, você não vai querer que falte alguma informação importante, não é mesmo?

Quais as limitações do ChatGPT?

Certo, tudo isso sobre ChatGPT e sites freelas é muito legal! Mas é importante você entender que existem algumas limitações a se considerar.

Primeiro que o ChatGPT é uma inteligência que está em evolução. A versão gratuita, por exemplo, teve sua última atualização em janeiro de 2022. Ou seja, não dá para esperar que o chat estará com as respostas mais acuradas do mundo – a menos que você utilize a versão paga.

Mais do que isso, a resposta do ChatGPT precisa sempre passar por uma revisão do usuário. Muitas vezes, uma resposta gerada como opção de carta de apresentação não vai refletir a realidade do que você gostaria de passar. Leia e releia antes de usar qualquer sugestão do chat!

Também esteja atento às suas próprias limitações. O Chat pode ser ótimo para responder a um anúncio em inglês, mas se o cliente indicar que quer alguém fluente no idioma para a vaga e você não for, repense sua candidatura.

Já pensou se o cliente resolve fazer uma reunião em vídeo em inglês? Você não terá o chat para te ajudar!

E claro, nunca use o chat para fazer um trabalho que você foi contratado para fazer! Muitos contratantes já indicam no anúncio da vaga que não querem projetos “by ChatGPT” – e acredite, profissionais têm olho treinado para identificar coisas desenvolvidas no chat.

Pense na sua reputação como freelancer e use o chat com moderação!

O chat é apenas um recurso

De fato, o ChatGPT oferece várias vantagens para quem está em busca de vaga nos sites freelas. Mas tenha em mente que ele é apenas um recurso: o seu conhecimento e habilidade é que são mais valiosos!

Assim, seja o chat ou qualquer outra inteligência, pense em maneiras que elas podem auxiliar o seu dia a dia, mas não deixe de evoluir dentro da sua área.

Só assim você conseguirá aproveitar ferramentas para otimizar o seu tempo, mostrando o seu valor como profissional para o mundo!

Vem me acompanhar nas redes sociais:

Canal no YouTube: /BrunaMarzarotto

Instagram: /guiadofreela_

Obrigada e até a próxima!

Leia também: 5 erros comuns de freelancers iniciantes

Quer descobrir como ganhar dinheiro pela internet?
Baixe agora o E-book 100% Gratuito que revela 03 passos fáceis e comprovados para começar a vender como afiliado
Picture of Bruna Marzarotto
Bruna Marzarotto
Designer e redatora freelancer, apaixonada por viajar. Compartilho as delícias (e umas poucas dores) de trabalhar como freelancer e o que você pode fazer para ter esse estilo de vida.
Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *